"Para existir grandes escritores, devem existir grandes espectadores também."

terça-feira, julho 5

Diz você primeiro (eu quero ser o último babaca)



"Queremos escutar o que precisamos dizer, e culpamos um ao outro pelo nosso silêncio."

Fatalidades, facilidades, felicidades



Eu sendo a soma dos meus erros e acertos, tornei-me o que deveria ser desde o princípio. Eu seguindo os caminhos que optei, escolhi por caminhar ao seu lado. O que era previsto, premeditado e esperado, nós dois. Então isso é felicidade? Então isso é felicidade. Então isso é felicidade! Então isso é felicidade...

quinta-feira, junho 16

Realidade



O problema da proximidade, é que as pessoas vão tornando-se reais demais.
Quebram qualquer expectativa, e acabam com toda a magia.

quarta-feira, junho 15

Prominta




Promessas só servem para lembrar pessoas de fazerem aquilo que ainda não tem vontade o suficiente. Você pode tudo o que quer, caso contrário, não conceberia a audácia do querer.


"Você foi o unico amor que não me doeu, o unico à quem não me doei, e o unico que até hoje durou. E dura. Moldura sombria de fotografias alegres. O exterior dolorido, o estereótipo colorido, perdido, recoberto pela poeira do caminhar de outras pessoas pela nossa história. E eu, seu unico amor que doeu, o unico que a ti não se doou... Continua você agora."

domingo, junho 12

Mentiras doces



E depois das desilusões, parto todas as noites atrás de mentiras. Mentiras doces, mágicas e coloridas. Mentiras que alegram a vida, mentiras daquelas que nos enganam tão bem, à ponto de fazer-nos continuar. E vira e mexe eu encontro uma, tipo você, tipo essa noite, tipo esse sentimento. Mas nem sempre é tão fácil, às vezes a embriagues acaba, os risos cessam, as luzes acendem, e eu volto à parte mais dolorida de mim. Eu me lembro quem sou, de onde vim, do que eu fujo... De quem eu fujo. E depois das desilusões, eu parto todas as noites atrás de mentiras. Vira e mexe eu encontro uma, tipo você.

Possibilidade


Numa dessas vezes em que eu devia entrar em desespero e te seguir por todas as ruas da cidade, amanhecer na sua porta e tentar fazer mil declarações depois de algumas doses, eu parei. Parei com a perseguição, com a declaração, e parei com a bebida. Parei com tudo que me era costumeiro, com tudo que pra ti era rotina. Parei com essa tentativa louca de buscar o que eu estava perdendo, mesmo sem saber se seria bom perder. Ai então me perguntei se nos amávamos mesmo, se eu te amava mesmo. Se eu sofria mesmo, e se eu deveria mesmo sofrer. Me perguntei por quantas vezes essa cena e essa dor se repetiriam. E eu me perguntei também se essa não poderia ser a ultima vez, porque não? ainda tinha todas aquelas ruas da cidade que você não estava, tinha todas aquelas casas que você não poderia estar, e tinha muitas pessoas que não tinham nada de você. E talvez, existisse alguma parte de mim, em que você não habitasse também... Porque não?

quinta-feira, maio 26



A gente aprende dizer adeus, mas não consegue, em hipótese alguma, dizer nunca mais...

segunda-feira, maio 16

Meu



Me queimei, e se quer saber, me queimei feio. Mas não me queimei do jeito que as pessoas pensam, não. Não me queimei por dizer todas aquelas coisas que te disse, nem por fazer tudo o que fiz esperando que ficássemos juntos. Me queimei mesmo, no literal, e tô te avisando, pra você vir correndo, assoprar, e mostrar pra todo mundo o que ninguém conseguia acreditar.

sábado, abril 16



Garotos te dão beijos, homens te dão a mão.
Garotos te causam problemas, homens te causam felicidade.
Garotos sentem ciúmes, homens sentem orgulho.
Garotos escrevem cartas, homens escrevem histórias.
Garotos olham sua roupa, homens olham os seus olhos.
Garotos se envergonham com a presença da família, homens se envergonham da ausência deles.
Garotos dormem com você, homens acordam com você.
Garotos marcam nossos erros, homens marcam nossas vidas.
Garotos ridicularizam promessas, homens comprem até as mais ridículas.
Garotos te chamam de amor, homens provam que te amam.
Garotos te decepcionam à cada dia, homens te surpreendem à cada atitude.
Garotos acabam ligando, homens acabam aparecendo.
Garotos falam sobre vídeo-game, homens falam sobre o futuro.
Garotos se contradizem, homens se sobressaem.
Garotos te questionam, homens te defendem.
Garotos te desesperam, homens te asseguram.
Garotos perguntam se você gosta de flores, homens perguntam se você gostou das flores.

Entendeu a diferença?